Gestão orçamentária da União pode ser realizada em uma única plataforma

Notícias - 29, dezembro, 2021
serpro

Para dar mais agilidade e eficiência à execução orçamentário da União, o Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siafi) passou a integrar as etapas de empenhar, liquidar e pagar em um único ambiente web. A solução da Secretaria do Tesouro Nacional desenvolvida pelo Serpro é o maior sistema estruturante do país e realiza a execução orçamentária, financeira, patrimonial e contábil do Governo Federal.

A única etapa que faltava para completar todo o ciclo de execução orçamentária no Siafi era o empenho que agora foi finalizada e está disponível no sistemaO empenho é a primeira fase da execução orçamentária e começou a ser migrado no início de 2021. As demais etapas, de liquidação e pagamento, já haviam sido incluídas em anos anteriores.

Esse lançamento faz parte da transformação digital do governo e é um marco no processo de modernização do Siafi, considerado um dos maiores sistemas estruturantes do governo federal”, avalia Kelvia Ribeiro, uma das analistas de negócio responsáveis pelo sistema desenvolvido pelo Serpro. “O novo módulo do sistema inclui sugestões que foram desenvolvidas a partir de pesquisas feitas com usuários dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário”, relata.

Outras novidades

Siafi Web traz outras novidades como a utilização da assinatura digital, conferindo fé pública aos documentos, que também podem ser exportados em .pdf e integrados a outros sistemas do governo. Além disso, foi incluído o chamado “pempenho” para o planejamento e execução de orçamentos, muito utilizado por vários órgãos do judiciário e da educação. É uma vontade de se fazer uma reserva de recurso que ainda não se tornou uma obrigação, sendo confirmada posteriormente”, explica Elizabeth Gedeon, especialista técnica do Siafi no Serpro.

Revolução e evolução

Criado em 1987, o Siafi inovou a gestão das informações orçamentárias, financeiras e patrimoniais da Administração Pública. Antes de sua implementação, havia uma multiplicidade de contas, com dados defasados, inconsistentes e carentes de padronização. A primeira versão web do sistema estreou em 2012. Na época, já havia a previsão de que todas as funcionalidades seriam migradas gradualmente, até que o antigo sistema, o “Siafi Operacional”, fosse totalmente descontinuado.